Um Andrade na Flipzona

Rudá K. Andrade, neto de Oswald de Andrade

Amanhã, dia 9, na FlipZona, será transmitido o filme Herói Póstumo da Província, curta metragem produzido por Rudá de Andrade, filho de Oswald de Andrade. O filme foi feito em 1975 e tem duração de 15 minutos.

O filme tem a intenção de explicar o porque do quase esquecimento do modernista no final de sua vida e nos anos que seguiram sua morte. Além de resgatar a memória de vida e obra de um dos mais importantes intelectuais brasileiros.

Aproveitando que o neto do autor do Manifesto Antropófago, Rudá K. Andrade, estava por aqui, batemos um papo com ele.

Rudá contou sobre a vida de Oswald (ao qual chama de Oswaldo), falou de sua obra e, quando questionado do por que de seu avô ter morrido no esquecimento (e assim permanecido por tanto tempo), disse que tem vários motivos para isso. Nos deu dois.

Um deles é pelo escritor ter sido muito polêmico, contestador e até agressivo – quando alguém incomoda, é jogado para escanteio. O segundo motivo é o fato de suas idéias e ideais serem muito à frente de seu tempo e, por isso, incompreendidas.

O entrevistado diz que as idéias de seu avô, que viveu na primeira metade do século passado, são cabíveis muito mais no mundo de hoje do que na época em que o autor as colocou no mundo. E concordamos, afinal, o que é a internet senão a antropofagia integrada? E como entender a devoração da cultura alheia sem com elas ter contato? Devia ser difícil, lá nos anos 30.

Outra coisa que quisemos saber foi o porque da briga entre Oswald e Márrio de Andrade, melhores amigos e grandes parceiros de trabalho. Mais uma vez entra a personalidade rebelde de Oswald, pois Rudá diz que seu avô era brincalhão e contestador, e que provavelmente fez alguma brincadeira, disse alguma coisa que Mário, tímido e sisudo, não gostou. Oswald passara o resto da vida de Mário (que morreu antes) tentando, em vão, reatar a amizade.

Rudá K. Andrade é produtor de áudio e vídeo e também vai apresentar um filme seu amanhã.

Logo após a exibição de Herói Póstumo da Província, será apresentado Amar de Bárbara. O vídeo-poema que conta, através de depoimentos da poeta Julieta Bárbara, ex mulher de Oswald, sobre o amor entre os dois e como o autor era visto na época.

Bárbara foi uma das seis mulheres de Oswald e casou-se com ele quando ele separou-se de Pagu (Patrícia Galvão), avó de Rudá.

Compareça amanhã, 09/07, no Curto Curtas, Flipzona, às 10:30h.

por Alerson, Marlon e Roberto

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s