Com David Byrne e Eduardo Vasconcelos

David B. e Eduardo V.

Na mesa do meio-dia o músico e escritor David Byrne falou do seu novo livro, Diários de uma bicicleta.

O livro fala sobre a compulsiva urbanização e o fato de as máquinas (ou os carros) estarem substituindo o homem, sobre a situação atual frente a sustentabilidade e enfatiza o bem social e ambiental que a bicicleta traz.

Eduardo Vasconcellos, o outro convidado da palestra, e o próprio Byrne, têm São Paulo como exemplo, e, segundo o músico e escritor, é um pesadelo acompanhar o ritmo automobilístico da capital. Mas, diferente vários outros locais por onde passou, ainda há interação social. O autor diz que as cidades não têm mais população, apenas levas de carros e mais carros.

Mas, apesar de tudo isso, a situação parece promissora, afinal é a primeira vez que a população está antenada com os problemas ambientais em questão, segundo Eduardo.

Pois é, muitas vezes não é possível ver muito do bom da vida de trás de um vidro e em alta velocidade.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s