Paraty em Foco 2011

Na sétima edição do festival internacional de fotografia, Paraty em Foco, observa-se que o tema desse ano despertou de muitas formas o conceito sobre o tempo.

Os fotógrafos usaram fotos do acervo pessoal para demonstrar de vários modos a interação com o futuro, passado e presente.

Em uma breve entrevista com Tatewaki Nio, nascido na cidade de Kobe, no Japão, ele nos contou que veio para São Paulo e cursou Bacharelado em Fotografia no SENAC.

Nio, fotografa a falta de consciência espacial do homem, enfatizando os destroços de prédios e casas, deterioradas pelo tempo (prédios abandonados) ou pelo próprio homem (pichações), e demolidas, por conta de prédios novos e inteiros ao fundo.

Na exposição “Esculturas do Inconsciente”, Nio o aguarda atrás de sua escrivaninha, atento às suas questões.

Traço Atelier, Tatewaki
entre a Rua Dona Geralda e a Rua da Praia

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s