Os desavisados da Flip

Tivemos a ideia de entrevistar mochileiros que, para não perder a Flip, estariam hospedados pelos campings e hostels da cidade. A matéria seria para saber aonde exatamente estariam se hospedando e traçar esse perfil, incluindo dicas.

Mas aconteceu que na busca de algum turista literário encontramos Nico Wittmann, um mochileiro da Suíça, de 25 anos. Nico nunca havia escutado sobre a Flip, ele veio apenas para conhecer piratas. Isso mesmo – Nico veio em busca de piratas. Ficou na cidade por dois dias hospedado no hostel Casa do Rio (bom, essa pergunta já fazia parte da matéria, então resolvemos fazê-la de qualquer jeito).

Um tanto frustradas pelo não conhecimento do rapaz de um evento tão importante para nós, fomos em busca de outros entrevistados. E achamos. Mais duas desavisadas. Simpáticas, eram duas argentinas, uma chamada Verônica, de 29 anos, trabalhadora social, e sua amiga Lorena, de 33 anos, psicóloga. Elas estão no camping Clube do Brasil e não vieram para a Flip, mas ao menos disseram que irão visitar o evento.

Com as palestras da Flip e passagens para Paraty todas esgotadas, o que torna o acesso à cidade viável apenas para quem vem de carro, foi engraçado achar apenas entrevistados que nada tinham a ver com o evento.

Por Júlia Lacerda, Vidjáia Rosário e Janice Ferreira

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s