Uma história contada a muitas mãos na Flipinha

Os ilustradores Andrés Sandoval e Daniel Bueno  participaram da oficina de ilustração e criação de histórias “Siga a seta e caia na história”, com a mediação de Graça Lima.

A oficina contou com a partipação de estudantes de várias escolas de Paraty. Foi um processo divertido, que abusou da criatividade e da imaginação das crianças. Os ilustradores desenhavam de acordo com o que era dito na plateia, que contou com a participação e a presença ilustre dos também ilustradores Tino Freitas e Guto Lins, que ajudaram a desenvolver o enredo junto com as crianças.

Andrés iniciou a ilustração tomando como base uma mosca. Graça Lima ia circulando entre a plateia passando de criança em criança para dar continuidade à história, que ficou mais ou menos assim:

“Era uma vez uma mosca, que foi engolida por um sapo, e embarcou numa viajem para a América do Sul. Porém, o navio naufragou e o sapo foi morto por um urso, mas o urso ficou triste porque queria comer peixe. De repente, um peixe gigante engoliu o urso e o peixe foi morto por um jacaré que, numa briga com uma cobra, os dois acabaram morrendo. Porém, a mosca sobreviveu a todos esses ataques e acabou encontrando a Sra. Mosca e foram voando juntos para a lua de mel, quando pegaram uma nave espacial do Star Wars rumo ao Planeta Guaracá. Em Guaracá viviam habitantes amarelos, com quatro braços que tinham piolhos gigantes e anteninhas vermelhas , eram viciados em amendoim e viviam em cavernas de chocolate nas Montanhas de Morango. Desorganizados, apenas escutavam Rock’nRoll (sertanejo lhes dava alergia). Por fim, o Sr. e Sra. Mosca viveram felizes em Guaracá.”

Texto: Bruno Coutinho, 15 anos e Lorraine Cruz, 15 anos.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Uma história contada a muitas mãos na Flipinha

  1. Maria Alice Batista disse:

    Num clima de festa Paraty inspira… mesmo os que são mais inspirados, como as crianças…
    Que história gostosa de ouvir…
    Da vontade até de desenhar…
    Que a imaginação voe mais alto até que as moscas…
    Maria Alice Batista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s