Muito além do ”Porta dos Fundos”…

A Flipzona já está a mil nas ações de cobertura jornalística. Alunos das oficinas de Filosofia, Produção Audiovisual e Produção de Textos da Biblioteca Casa Azul entrevistaram por email o múltiplo Gregório Duvivier que, entre outras coisas, é escritor. Convidado da Flip 2014, ele participa da mesa 1, Poesia & Prosa, na quinta-feira,  às 12 horas, ao lado de Eliane Brum e Charles Peixoto.
Curta a entrevista e veja mais sobre Gregório Duvivier, o mais recente entrevistado da galera FlipZona.

Perguntas de Rafaela Marsico
O audiovisual se tornou uma linguagem muito usual hoje em dia, como forma de expressar algo, tanto uma crítica, uma história, uma sátira de forma mais dinâmica. Assim como você no Porta dos Fundos, a FlipZona também trabalha muito em cima desse meio. Que influências você acha que esse tipo de linguagem pode exercer no mundo atual?
Duvivier – A linguagem audiovisual parece ter a cada dia mais poder: os celulares hoje em dia têm tela, os ônibus têm tela, em todo lugar se pode assistir a um vídeo. A multiplicação e a democratização das telas ampliou muito o alcance do audiovisual, especialmente em formatos curtos como os do PDF.

O Porta dos Fundos não só leva em conta o lado humorístico como também o lado crítico e social brasileiro. Como vocês do Porta relacionam o humor com a crítica em suas produções? Millôr Fernandes também utilizava muito dessa mescla do humor com um fundo crítico em seus textos, charges, frases…
Duvivier – Rir é uma forma de pensar o mundo. Sempre que voce ri, você está rindo de algo, você está tomando um partido. Essa consciência é fundamental.

Gregório, um de seus livros de poesia “A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora” foi muito bem aceito pela crítica e altamente elogiado por grandes mestres da literatura, inclusive por Millôr. Como foi essa experiência de ter uma de suas obras reconhecida pelo homenageado da FLIP deste ano?

Duvivier – Fiquei muito feliz com o reconhecimento do Millôr. Ele foi um gênio e uma pessoa maravilhosa. Sua crítica me incentivou a continuar escrevendo poesia. Não há nada melhor do que sentir sua poesia reverberando. 

Perguntas de Joana Marendaz
Todos sabem que você é muito querido pelo pastor e deputado Marco Feliciano graças a um vídeo do Porta dos Fundos. Provocar grandes personalidades era a sua intenção e a dos roteiristas do canal?
Duvivier – Não, esse nunca foi o objetivo. Nunca sequer falamos o nome desse sujeito em nossos vídeos. Nossas questões são maiores: criticar o fanatismo religioso como um todo. 

Você já teve algum texto de alguma forma censurado por uma das mídias para qual escreve?
Duvivier – Nunca. Tanto o Porta quanto a Folha (Folha de S.Paulo) são ambientes de total liberdade editorial. 

Pergunta de Gustavo Lapa
Existe diferença entre um humorista e um escritor de humor? Em qual dessas categorias você se encaixa?
Duvivier – Não existe. Acho que é a mesma coisa, portanto, me encaixo nas duas. 

Pergunta de Francisco Guaraná 
Qual é o critério que vocês usam para saber se um vídeo ficou engraçado?
Duvivier – O critério é a nossa própria risada. Se a gente ri é porque está engraçado.

Pergunta de Nyara
Gregório, para finalizar, que dica ou recado você deixa para quem está entrando ou quer entrar nesse mundo do audiovisual?
Duvivier – Não acho que seja diferente de outros mundos. A arte requer estudo, prática, repetição. Recomendo paciência, perseverança, responsabilidade, assim como pra quem vai estudar medicina. É importante levar a coisa a sério. 

GregorioDuvivier©RenatoParada_14_orelha_divulgação web

Foto: Renato Parada

Gregório Duvivier? Saiba mais sobre ele. E veja o que Millôr Fernandes, o autor homenageado da Flip 2014, disse a respeito de seu livro de estréia “A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora”, lançado em 2008 pela editora 7 Letras.

Carioca do signo de Áries, ele nasceu em 1986. Desde pequeno imaginava que seria escritor. Mas em suas palavras, por um acidente de percurso, acabou indo parar no teatro. Aos 9 anos fazia o curso do Tablado. E se apaixonou pelo palco, apesar de sempre ter sido uma criança muito tímida e introvertida.
Um ano antes de entrar na faculdade (Letras, na PUC – RJ), aos 17, formou o grupo que faria a peça Z. É. Zenas Emprovisadas (peça teatral composta por esquetes de improvisação), junto com Marcelo Adnet, Fernando Caruso e Rafael Queiroga.

Desde então foram várias séries, filmes e peças teatrais, o que o levou a ter experiência de sobra para ser um dos criadores do canal Porta dos Fundos — canal que produz vídeos de humor na internet e se destaca por sua linguagem ácida, irônica e inovadora.

O Porta dos Fundos, você sabe, é alvo de muitas polêmicas por questionar sem pudores questões da sociedade, tais como gênero e raça. E se tornou um sucesso rapidamente, sendo hoje o canal do youtube brasileiro com o maior número de inscritos.

Apesar do sucesso na tela, a ideia de ser escritor não ficou para trás. Gregório assina uma coluna semanal na Folha de São Paulo e tem dois livros de poesia publicados: “Ligue os pontos – Poemas de Amor e Big Bang” (Companhia das Letras), que Cora Ronai afirmou ser “ o melhor livro de poesia dos últimos tempos”, e “A partir de amanhã eu juro que a vida vai ser agora” (7 letras), seu livro de estréia elogiado por grandes escritores, entre eles Ferreira Gullar e Millôr Fernandes.
Na época do lançamento, em 2008, Gullar confessou: “um livro que estou lendo com prazer. Gregório evita o dó de peito e brinca inteligentemente com a emoção. Parabéns.”

Nas palavras de Millôr, “um livro pra ser lido como o Gregório escreveu: com emoção e perspectiva, que são a mesma coisa. O jovem – 22 anos ainda é jovem ? – apresenta poesias que vão desde o quase haikai a sonetos. Sonetos, sim senhor, uma bela forma de poesia que nunca voltou. Porque nunca desapareceu. Gregório é um poeta concreto. Não confundir com concretista.”

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s