‘O objetivo é que todos saibam criar suas próprias histórias’, diz idealizadora da Casa do Autor Roteirista

A escritora e roteirista Thelma Guedes é uma das idealizadoras da Casa do Autor Roteirista da Off Flip em Paraty. Ao lado de Newton Cannito, criaram o projeto que chegou em 2014 à sua segunda edição. Mestre em literatura, é autora dos livros de contos Cidadela Ardente e O Outro Escritor, e o de poemas Atrás do Osso. Escreveu novelas de sucesso como Cama de Gato, Cordel Encantando e Joia Rara. Ela falou com nossa equipe:

“Eu e o Newton Cannito criamos essa Casa pra abrigar os nossos amigos, trazer as pessoas pra discutirem o fazer arte e o audiovisual, porque nós acreditamos que o audiovisual, a televisão e o cinema, são apenas meios da gente vincular a arte, este é o nosso desejo. Nós já estamos na segunda edição da Casa neste ano 2014, e está sendo muito gratificante a nossa parceria com a ‘Aventura Entretenimento’, produtora de grandes musicais.”

A Casa do Autor Roteirista tem parceria com a Rede Globo e nasceu com o objetivo de divulgar a rica herança artística da teledramaturgia brasileira, e também propor uma reflexão sobre os desafios propostos pela narrativa transmídia. Celulares, tablets, redes sociais (sem falar nos óculos e relógios), as plataformas de manifestação cultural do século XXI pensam, falam e dizem muitas coisas ao mesmo tempo.

“O norte porém, continua o mesmo, pois é a criação literária que faz a diferença em todas as mídias. Seja novela, filme ou vídeo do YouTube, a força criativa dos autores precede e vai além das singularidades de cada veículo. A casa do autor roteirista é, antes de tudo, uma casa.

Em todas as culturas a casa é um lugar sagrado, o espaço do aconchego, da paz e do amor. É um lugar consagrado pela criatividade, onde podem nascer sonhos, onde o futuro pode ser gerado com segurança. Em 2013 a equipe, os convidados e o público, presentes na primeira edição da Casa do Autor Roteirista, conseguiram construir um espaço assim. Um lugar além dos jogos sociais, onde a inventividade pode surgir sem medo.”

Thelma ainda salientou que este ano a Casa investiu muito na qualidade da formação. Com oficinas de criação para todas as mídias, oficinas de roteiro, oficinas onde perceberam que a vida é fabulosa. “O principal objetivo é que todos saibam criar suas próprias histórias. Através das mesas de debates e saraus, cria-se um espaço onde todos podem apresentar seus trabalhos.”

O local é também reservado à arte televisiva, a mais pop de todas as artes e também a mais poderosa. Com tanto poder, a televisão está sempre na berlinda. Flashes, grana e poder colocam em risco seus criadores que, se não tomarem cuidado, viram reféns do próprio ego.

A Casa também vibra para reconectar os artistas televisivos com sua essência criativa, com seus sonhos de expressão. O norte, no entanto, é sempre o mesmo: a criação literária enquanto linguagem em seu mais amplo sentido. Seja novela, filme ou vídeos para web, a força criativa dos autores precede e vai além das singularidades de cada veículo. “Vamos na velocidade desta fecunda mistura de gosto popular e inovação literária que caracteriza a nossa teledramaturgia. Que a literatura nos resgate! E que possa fluir livremente, sem “xeque-mate”. Deixemos que ela pense e diga o que tiver de ser dito. De todas as maneiras”.

Thalía Oliveira, de 17 anos

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s