Iphan traz publicação sobre Mário de Andrade à Flip

Bem em frente à Igreja da Matriz, do outro lado da Praça, funciona o escritório técnico do Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan), em Paraty. O Instituto mantém parceria com a Flip há vários anos, mas este ano está trazendo as publicações pela primeira vez para serem divulgadas durante a festa literária.

unnamed

O Iphan faz publicações desde 1937, área que recebe muitos investimentos do instituto. “O instituto acredita que  trabalhar com as publicações também é uma forma de preservar o patrimônio cultural. Muitas vezes o bem não é tombado ou registrado e, desenvolvendo estudos, o Iphan documenta e preserva o seu patrimônio”, conta a mestranda em patrimônio cultural Gabriela Sobral.

Nesta Flip, o Iphan trouxe 19 publicações selecionadas. Uma em especial é a revista do patrimônio de Mário de Andrade, uma publicação sobre vários aspectos da sua trajetória, pesquisas sobre música, folclore e da própria atuação dele sobre a pesquisa em relação ao patrimônio. Todas publicações estão com 50% de desconto (e não apenas as 19 selecionados).

O instituto é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura que responde pela preservação do patrimônio cultural brasileiro. Cabe ao Iphan proteger e promover os bens culturais do País, assegurando sua permanência e usufruto para as gerações presentes e futuras. O Iphan possui 27 superintendências, uma em cada unidade da federação. São 31 escritórios técnicos, a maioria deles localizados em cidades que são conjuntos urbanos tombados – as chamadas cidades históricas. Ainda há unidades especiais, sendo três delas no Rio: Sítio Roberto Burle Marx, Paço Imperial e o centro nacional do folclore e cultura popular. A outra é em Brasília, o Centro Nacional de Arqueologia.

Delia Soares, Coordenadora Geral de Difusão e Projetos do IPHAN, e Gabriela Sobral, mestranda em Patrimônio Cultural do IPHAN

Delia Soares, Coordenadora Geral de Difusão e Projetos do IPHAN, e Gabriela Sobral, mestranda em Patrimônio Cultural do IPHAN

 

São de responsabilidades do Ipahn a conservação, salvaguarda e monitoramento dos bens culturais brasileiros inscritos na Lista do Patrimônio Mundial e na Lista do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, conforme convenções de Unesco, a convenção do patrimônio Mundial de 1972 a convenção do Patrimônio Cultural Imaterial de 2003, respectivamente.

Hudson Torquato

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s