Todos somos mais que um

Livremente inspirado no poema “Eu sou trezentos”, de Mário de Andrade.

Todos somos mais que um.
Não tente negar, ninguém é um só.

Vamos reconhecer,
o você de hoje não é o você de ontem.

Sol Shinno, a vendedora de pulseiras da Praça da Matriz, diz que nunca tenta esconder as milhares de pessoinhas que vivem dentro dela. Estão todas sempre a mostra, como um armário de portas transparentes. Mas é claro que não podemos desconsiderar os seus 63 anos de idade, afinal ela já sabe que, aceitas ou não, suas pessoas internas devem ser mostradas.

Diferente de muitos jovens, que escondem alguns de seus “eus”, mostrando apenas aqueles que a sociedade quer ver ou até mesmo aceitar, aqueles considerados normais.

Apenas as pessoas que têm medo de revelar ou até mesmo descobrir as diversas personalidades que existem dentro de si conseguem numerar quantas tem.
Alguns disseram ter 10, outras ousaram dizer que tem apenas 5, sem mais nem menos.

Mas aqui vai uma dica, não esconda seus eus.
Mostre seu lado oculto, o lado que ninguém, nem mesmo você conhece.

Afinal são essas pessoas dentro de você, que se revelam a cada instante, que formam a pessoa que as carregam por fora.

Nathália Nascimento, 14.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s