Mário de Andrade e suas multiplicações

“Eu sou trezentos, sou trezentos e cinquenta”. Uma pequena frase de um poema, muito marcante do escritor Mário de Andrade, autor homenageado da Flip de 2015. Para reproduzir (e expandir) esse poema, focamos na cultura de Paraty, uma cidade bela e com uma cultura farta.

marioIMG

No documentário buscamos focar bastante nessa cultura, então trabalhamos com os moradores de Paraty. E conseguimos! O vídeo passa as informações de um jeito bem paratiense, cada pessoa do seu jeitinho. Pegamos figuras importantíssimas nessa cultura, desde a culinária até os pescadores …

Todos com uma simplicidade enorme!

Pessoas como homem borboleta, o pintor Aecio, entre outros, participam da produção… Foi muito divertido e legal, pois desta pequena forma podemos transmitir cada vez mais a cultura de Paraty.

Todos nós “somos trezentos , somos trezentos e cinqüenta”. Somos múltiplos no nosso dia a dia… (Mário de Andrade e a sua multiplicação)

Espero que a estrela de Mário de Andrade goste.

Espero que vocês também gostem do documentário.

Ficou curioso? Quer assistir?

Apareça amanhã, domingo dia 5, na Casa da cultura no CineZona, às 18h. E veja essa e outras produções da FlipZona 😉

Taynara Borges, de 16 anos

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s