Capoeira ocupa Tenda da Flipinha: axé!

Neste domingo, dia 5, a Tenda da Flipinha recebeu uma palestra sobre a capoeira com mestre Camisa. Ele falou sobre detalhes da história da capoeira e depois comandou uma roda com vários capoeiristas.

DSC00416

Na palestra, ele lembrou que a capoeira é brasileira e não africana, como muitos pensam. A luta foi criada pelos africanos trazidos ao Brasil dentro dos navios negreiros. “Só o que é africano é o berimbau. O resto é brasileiro, a ginga o molejo e as músicas”, explicou o mestre.

A capoeira esteve presente em várias revoltas do Brasil. Chegou inclusive a ser proibida no Brasil. “Foi o mestre Bimba quem começou a dar aula em recito fechado, porque o código não previne em recinto fechado”, explicou. “Então ele abriu uma escola e colocou o nome de centro de cultura física regional. E com essa atitude, deu uma rasteira no código penal. A partir disso abriram várias academias em todo Brasil e hoje a capoeira está presente em mais de 150 países”, disse. O mestre ainda se queixou que, no Brasil, não há um museu sequer sobre a capoeira. “Até em Paris tem!”

Também não existem faculdades que tratam de capoeira, ressaltou Camisa. “Existe uma só em Tel Aviv, em Israel. No Brasil, só os Estados do Rio, Bahia e Pernambuco têm a capoeira como um ensino”.

Texto: Jadson Nilton, de 14 anos, Beatriz Oliveira, de 15

Foto: Braz Mendes, de 15

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s